O General que Perdeu a Mesma Perna em 2 Batalhas Diferentes - Obscura Verdade

Apenas os Pequenos Segredos Precisam ser Guardados, Os Grandes Niguém Acredita - Herbert Marshall

Home Top Ad

Responsive Ads Here

15 de dez de 2014

O General que Perdeu a Mesma Perna em 2 Batalhas Diferentes

Oleo_Antonio_Lopez_de_Santa_Anna

General Antonio López de Santa Anna desempenhou um papel fundamental nos primeiros anos do México. Mas seu papel era o de perder mais do que ele ganhou para o seu país. Ele perdeu a metade do território do México durante dois de suas 11 presidências curtas. Exaltado por vencer uma batalha importante no início de sua carreira, ele perdeu quase todas as batalhas depois. Pior, perdeu sua perna direita num conflito ridículo chamado Guerra da Pastelaria. E quando ele chegou a colocar uma prótese, ele-a perdeu em mais uma guerra.

Santa Anna nasceu em 1794 em uma família de classe média espanhola que vivia em Jalapa. Como adolescente, Santa Anna ganhou um posto no exército espanhol e subiu rapidamente na hierarquia, aos 26 anos já era Coronel.

Em 1821, Santa Anna lutou contra os rebeldes, para ganhar a independência da Espanha. Mas, no meio da campanha, Santa Anna percebeu que a Espanha iria perder então aliou-se aos rebeldes .Foi uma boa aposta.

Os anos seguintes foram da conquista da independência,foi um ano bastante estável no México e a Espanha aproveitando-se da oportunidade tentou retomar o México em 1829. Santa Anna rapidamente reuniu um exército e repeliu os espanhóis em Tampico, tornando-se um herói nacional.

Em 1833 Santa Anna foi eleito como o primeiro presidente do México (sem oposição).Mas ele logo se declarou ditador. Como o México caminhava para uma guerra civil, descontentes americanos e mexicanos no Texas, Santa Anna aproveitou o caos para cortar os laços do México.

Santa Anna respondeu, em 1836, liderando um exército no Texas.Santa Anna aniquilava uma força com sucesso no Alamo, porém, essa luta gerou duas vezes mais mortes no exército Mexicano do que ele poderia aguentar. Em seguida, Sam Houston atacou Santa Anna em San Jacinto River, capturando-o e destruindo grande parte de seu exército. Santa Anna foi forçado a reconhecer a República do Texas.

Santa Anna voltou para o México em desgraça e se retirou para sua fazenda. Ele teria permanecido lá, a que um fato fez com que ele voltasse, um francês chamado Remontel tinha uma pastelaria na Cidade do México, que acabou sendo saqueada por soldados mexicanos bêbados em 1828. Remontel exigiu 60.000 pesos para reparações e, depois que ele foi ignorado pelo governo mexicano, levou seu caso para a corte francesa. O tribunal já estava inundado por queixas de bancos franceses que se queixaram de que o México era adimplente com seus empréstimos. A imprensa europeia utilizada da alegação de Remontel como um símbolo para a guerra que se seguiu, a conhecida Guerra da pastelaria.

Quando a França exigiu que o México pagasse 600 mil pesos para reparações de empréstimo, a Cidade do México sem dinheiro recusou. Em 1838, a França capturou toda a frota do México e bloquearam seu porto principal, Vera Cruz. A economia do México rapidamente paralisou. Desesperados, eles se voltaram para Santa Anna.

O general reuniu cerca de 3.000 soldados e atacou os 30.000 soldados franceses em Vera Cruz. Previsivelmente, seu exército foi massacrado, mas quando ele estava se retirando, uma bala de canhão atingiu sua perna. Posteriormente, foi amputada. Ele mostrou seu sacrifício pela causa, desfilando sua perna pelas ruas da Cidade do México e enterrá-la com honras militares. Finalmente, o México concordou em reembolsar a França, e o bloqueio foi desfeito. 

Santa Anna rapidamente desperdiçou a fama que ele tinha adquirido na Guerra da Pastelaria e encontrava-se em exílio quando eclodiu a guerra entre os EUA e o México em 1846. O general voltou para casa mais uma vez para salvar seu país. Na Batalha de Cerro Gordo, em 1847, Santa Anna foi surpreendido pelo ataque das forças americanas que o fez bater em retirada. Enquanto fugia no lombo de um burro, ele acabou deixando sua perna protética para trás. Soldados americanos a encontram e a levaram para os Estados Unidos.

Quando o México se rendeu, eles foram obrigados a assinar um tratado que cedeu quase metade de seu território para os EUA em troca de US $ 15 milhões.

Imfeliezmente para Santa Anna a sua perna não estva no contrato . Em 1854, ele vende para os EUA um enorme pedaço do território por US $ 10 milhões para pagar as dívidas nacionais. Cidadãos mexicanos ficaram tão furiosos que o depôs, por traição, e confiscaram seus bens. Ele iria passar os próximos 20 anos no exílio até que-lhe foi dada anistia em 1874. Ele morreu dois anos depois.

Quanto à sua prótese de perna, um veterano Illinois vendeu para o Estado; ela está em um museu militar. O México tentou várias vezes trazer perna de Santa Anna para casa, mas, até agora, o museu se recusou. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário